quinta-feira, 19 de março de 2009

Travesseiros de Sintra

Quando solteira, vivia na zona Linha de Sintra com os meus pais, então ía muita vez, de comboio até aquela Vila lindíssima, aliás todas as boas recordações que tenho de criança, foram passadas naquela zona, mais ainda, na Colónia de Férias da CP, na Praia das Maças.
Áh Recordações! Se o tempo voltasse para tráz, à minha meninice...
È claro, que comi muitos Travesseiros de Sintra, na Piriquita. Devem ser famosos mundialmente! Até os estrangeiros os conhecem e os procuram.
Um dia procurei pela receita e pus-me a fazer. Sairam bem e desde aí faço-os de vez em quando. A última vez foi à alguns dias. Levei para o meu trabalho e quem os comeu foi de chorar por mais.
Em todas as receitas que procurei, a única imagem que encontrava era o final. Aqui optei por mais ou menos "passo a passo".
Doce de Ovos
375 g açúcar
10 gemas
3 ovos
1,5 dl água.
Ferver a água com o açúcar 3 minutos exactos ( desde que entra em fase de ebulição)
Numa tigela à parte, juntam-se os ovos com as gemas, batem-se bem. Depois, vai-se juntando um pouco de calda de cada vez aos ovos é mexendo sempre até chegar ao fim.
Deita-se este creme novamente no tachinho onde fez a calda e vai a lume brando mexendo sempre sem deixar ferver por cerca de 2 a 3m .
Se ficar bocadinhos mais grossos do que outros, com a batedeira elétrica, "bata" até ficar o creme todo por igual. E pronto, é só deixar arrefecer até ficar frio.
A receita Original, do doce de ovos:
500g açúcar
2,5 dl água
30 gemas.
Os passos são todos iguais à receita acima mencionada.
Travesseiros de Sintra:
q.b. massa folhada (eu utilizo a de compra)
1 ovo para pincelar os bordos
q.b. doce de gila
q.b. canela pó
q.b. amêndoa ralada

Abra o rolo da massa (rectângulo) e corte 4 rectângulos.
Pincele os bordos com o ovo batido.
Ponha uma colher de doce de ovos, um pouco de chila, salpique com um pouco de amêndoa ralada e uma pitada de canela em pó.
Pus alguns com este recheio, outros só com "doce de ovos", outros ainda com "doce de ovos e amêndoa ralada", e ainda pus alguns com" fios de ovos com doce de ovos". Variei.

Enrolei-os, pincelei e fechei-os.Levei-os ao forno, em tabuleiro forrado, 200º +- 15 a 20m
Atenção, a última parte pincelada fica virada para baixo, no tabuleiro.

Retira-se do forno e passa-se por açúcar branco fino.
E eis o produto final.

5 comentários:

Anónimo disse...

Muito agradecida pela receita tão detalhada. No Brasil os travesseiros de Sintra são mais conhecidos como Torta de Sintra e isto apresenta uma grande dificuldade para se encontrar a recita. Muito obrigada.

Wanderulza22@hotmail.com (Vitória-ES)

Anónimo disse...

Muito agradecida pela receita tão detalhada. No Brasil os travesseiros de Sintra são mais conhecidos como Torta de Sintra e isto apresenta uma grande dificuldade para se encontrar a recita. Muito obrigada.

Wanderulza22@hotmail.com (Vitória-ES)

Cantinho da Hakathi disse...

Meu Deussssss vou correndo fazer.....
Muitíssimo obrigada por sua receita tao detahada!!!

mókita disse...

Obrigada pela receita, que me trás tão boas lembranças. Eu também ia para a colónia de férias da CP na Praia das maçãs. São das minhas melhores e mais divertidas recordações.

Andanças Lusitanas disse...

passados 9 meses (que para im me parecem 9 anos) de meu retorno apos 7 anos vivendo em sintra (lugar que amo de paixao)vou poder matar saudade dessa delicia sintrense fazendo roa minha familia poder provar e ver q coisa gostosa
eu amo tanto o pais irmao que qdo me perguntam qual minha ancionalidade digo:sou brasileira de nascimento e portuguesa de coracao e alma)